quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Untitled.jpg

E hoje eu fico só. Dentro de mim, um fucarão de palavras e pensamentos soltos em meio a tanto gelo. Fora, alguém transparente, como se estivesse no 'piloto automático' para fazer tudo o que eu faço. Ainda hoje a tua voz perfura meus tímpanos me dizendo tudo o que alguém sempre quis ouvir. Ah, belas palavras você disse. Mas eu estou aqui. Eu estou sozinha mas com um monte de gente rodeada em mim. Estou sozinha mas eu não estou só. Eu queria estar presa a outro lugar que não seja aqui, dentro de mim. Eu queria poder olhar alto, olhar pro mundo. Eu queria te dar o meu melhor, te dar a felicidade que sempre desejou, queria te dar muito mais do que apenas o meu amor. Queria poder pegar na tua mão e te levar para algum lugar onde só exista eu e você. Mas eu não posso. Da mesma forma que não posso largar tudo pra ficar com você. Não agora. Não posso deixar de viver a minha vida aqui para ficar presa a tua vida que esta aí, do outro lado do mundo. Ah, você nem sabe o quanto eu queria te fazer entender o que acontece comigo aqui.

Me espera? Me espera construir a minha vida, que eu largaria tudo pra ter você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela presença. Seu comentário vai ser lido com muito carinho. Volte sempre!